terça-feira, 5 de julho de 2016

Disse um Erê

Se sou criança e não sei de nada
Que alegria meu coração guarda
Se Sou adulto e sei de tudo
Que absurdo não crer no mundo
Todo Tio grande devia ser
Esperançoso no amanhecerPois sabe tudo e tudo vê
Como no mundo não pode crer?

Peço sempre a minha mãe Oxum
Que olhe todos os tios
Para ver que qualquer um
Pode ter um arrepio
Ao ouvir o canto do passarinho
Ou uma dança bonita
Mas os tios ainda acordam
Pensando na noite aflita
Queria mãe Oxum,
Que os tios fossem como a senhora
Que chora de amor e de alegria chora.

Crispim da Praia

Nenhum comentário:

Postar um comentário